Gestão de Dailson Nunis pode custar o clube do Sindicato

2
10

PISCINA_ADULTOSindicato dos Servidores Públicos e Municipais de Rondonópolis (Sispmur) vem sofrendo uma ação judicial desde o ano 2000, com o inicio da execução da divida e penhora do patrimônio em 2.005, como já é de conhecimento dos servidores, pois o tema já foi pauta de muitas discussões em assembleias da categoria.

As dividas foram adquiridas junto a antiga Casa Moreira, que hoje é administrada pela empresa JVC Participação em Negócios S.A. A divida foi adquirida durante os mandatos dos ex-presidentes,  Dailson Nunis, e Fátima Lemes, ainda nos anos 2.000, na época a atual diretoria do Sispmur realizou  um convenio com o supermercado e o sindicato, que oferecia ticket vale compras para os servidores sindicalizados. Os valores dos tickets eram descontados na folha de pagamento dos servidores e repassados para o sindicato pagar o supermercado. Entretanto a ex-diretoria, não fizeram os repasses para o supermercado. Na época  esse débito foi na ordem de R$ 205.000,00 e hoje ultrapassa um milhão e quatrocentos mil reais incluindo as correções de inflação e juros da dívida. Em outros comércios da cidade, Dailson, deixou um débito avaliado em R$ 750.000,00. Desde a fundação do sindicato a gestão de Nunis, gerou prejuízos que podem custar o clube do sindicato.

 

Dailson Nunis- Assessor Jurídico da Coder
Dailson Nunis

Desde 2005 a Justiça deferiu favorável ao supermercado, e o sindicato não tem recursos em caixa para pagar este montante, mesmo havendo equilíbrio financeiro da instituição.

O clube do Sindicato ainda não foi à leilão devido ao eficiente trabalho da assessoria jurídica, antes da execução o jurídico questionou sobre a área que fôra avaliada para ser leiloada. O processo de leilão tramita na 3ª Vara Cível de Rondonópolis, sob o número 273220. A  área do clube tem duas matriculas, enquanto a justiça não defini qual será leiloada, a atual diretoria mais uma vez, vai tentar  negociar a divida, junto a empresa credora. Porém, a mesma não demonstra nenhum interesse em negociar, uma vez que  os valores  fazem parte de uma massa falida, e, é gerenciada por um escritório com sede em São Paulo.

A Segunda Vara Criminal de Mato Grosso, condenou Dailson Nunis, a três Anos de Reclusão, bem como  multa de 40 dias no valor  unitário de 1/30 do salário minimo, pelos crimes de Responsabilidade dos Funcionários Públicos.

Pagando Contas

Sob o comando do atual presidente Rubens Paulo,  já foram pagos em média meio milhão de reais em dividas deixadas pelas más gestões. Assim que assumiu a presidência Rubens Paulo, pagou aproximadamente R$ 50.000,00. Na época a arrecadação do Sispmur era de R$ 13.000,00 por mês. No pacote de herança com  dividas também teve ação trabalhista de um funcionário que trabalhava no clube do Sindicato(Moacir), atualmente avaliada  em R$ 150.000,00. Depois foram pagos mais R$ 110.000,00 de uma loja de calçados, R$ 58.000,00 de uma perfumaria, junto ao comércio local. A atual diretoria pagou diversas dividas adquiridas nas gestões anteriores que foram objeto de ação judicial, somando todas as contas pagas pela atual diretoria, o valor é aproximado é de R$ 500.000,00, mas, esta da antiga Casa Moreira, está acima da realidade do Sindicato. Rubens herdou, contas negativas de posto de combustível a farmácias, mas, aos poucos a atual gestão conseguiu gerir boa parte das dividas deixadas pelos antecessores.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui