José Carlos do Pátio prorroga mandato de diretores por meio de decreto e fere gestão democrática 

0
78

Vindo na contramão de todo o país que tem implantado a Gestão Democrática em unidades educacionais, o prefeito José Carlos do Pátio faz um decreto para ferir os princípios da Gestão Democrática em unidades municipais de educação no município, suspendendo o direito as eleições e escolha de novos representantes educacionais neste ano, favorecendo quem está no poder, lembrando que alguns desses nomeados foram escolhidos pelo próprio gestor.
O sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis é totalmente contra a decisão do prefeito e vem desde setembro tentando dialogar com Zé do Pátio, mais sem sucesso. “Agora é entrar na justiça contra essa decisão, o prefeito não pode interferir nas eleições das unidades, ainda mais com explicações nada condizentes com a realidade. O Sispmur irá ingressar com a ação judicial cabível, e acreditamos que como foi com as eleições do IMPRO e Conselho Tutelar também será garantida por meio judicial, para que o Prefeito cumpra o que determina a Lei, o prefeito está fazendo um decreto em cima de uma lei já existente, ele não pode fazer isso, pois é ilegal, e feri a Gestão Democrática. Vimos essa atitude como mais uma forma de usar a situação politicamente em seu favor e não vamos permitir, ” conclui a presidente do Sispmur Geane Lina Teles.
O SISPMUR também busca apoio junto aos vereadores. Geane destacou que o vereador Rodrigo da Zaeli vai convocar na próxima semana uma sessão extraordinária para tratar do assunto, o parlamentar também é contra a decisão do gestor.
A Gestão Democrática é uma forma de gerir uma instituição de maneira que possibilite a participação, transparência e democracia.
A escolha para diretor nas escolas sempre foi um assunto muito polêmico e discutido tanto nas escolas quanto entre especialistas da educação. O assunto encontra-se em grande evidência também devido ao fato de ser, entre as outras práticas de administração da escola, aquela que envolve um maior interesse dos governantes, pois é uma importante ferramenta de cooptação pelo poder – “eu lhe dou o cargo e você me dá o apoio”. A grande atenção voltada a este tema faz alguns até pensarem que a Gestão Democrática se restringe à eleição direta para diretor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui