Nota de esclarecimentos do Sispmur

0
0

O presidente do sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), Rubens Paulo, vem a público esclarecer o importante apoio que o Sindicato tem recebido junto aos vereadores. E que jamais o presidente atacaria esta casa de Leis, que tem prestado relevantes serviços ao município. Sempre que necessário os parlamentares têm prestado apoio e atenção aos interesses da coletividade em prol dos servidores. O termo no apagar das luzes, foi uma interpretação equivocada de um servidor e não tem assinatura de Rubens Paulo. “ Essa casa sempre nos atendeu, aqui o servidor tem espaço para falar e discutir suas opiniões. Agradeço a todos os vereadores que sempre estiveram ao lado dos servidores”, disse Rubens Paulo.

O sindicalista destaca o trabalho da mesa diretora, que na presidência do jovem vereador Ibrahim Zaher, tem se demonstrado muito hábil e ético na condução dos trabalhos na Câmara. “Na pessoa do presidente quero agradecer a todos os vereadores, que hoje trabalham por Rondonópolis”, declarou Rubens.

Na manhã desta terça-feira (17), o presidente Rubens Paulo, foi até a Câmara Municipal, participou de uma reunião com os vereadores e a Secretária de educação Ana Carla Muniz. Na oportunidade a Secretária foi esclarecer o projeto que trata das gratificações dos coordenadores pedagógicos. Os vereadores já haviam apreciado o projeto há duas semanas, numa reunião de esclarecimentos a secretária Ana Carla retirou o projeto da Câmara, mesmo tendo a aprovação do SISPMUR.

Sindicato é alvo de ataques

Recentemente o Sindicato foi alvo de pessoas que trabalham contra os servidores. No ultimo dia 12, o Sispmur realizou um protesto e contou com o apoio da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Federação dos Sindicatos Mato Grossense. Mas durante o manifesto alguns Professores chegaram ao ponto de encontro a Praça Brasil, dizendo que alguém do sindicato teria ligado na unidade escolar, suspendendo o movimento, e que o protesto seria realizado em outra data. Estas ligações foram feitas por volta das 10 às 11 horas da manhã. O que ficou comprovado que alguém está trabalhando contra o sindicato SISPMUR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui