Professores indígenas participam de formação durante período de férias

0
0

Cerca de 340 professores índios de Mato Grosso participam de formação no Magistério Intercultural. Com início em julho de 2012 e término previsto para 2014, o curso oferta o magistério para educadores de nível médio que dão aulas nas escolas indígenas do Estado. A formação está ocorrendo em dez unidades de ensino e no polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) de Guarantã do Norte.

De acordo com o coordenador de Educação Indígena da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), professor Félix Adugoenau, o curso é composto no total de 3.320 horas aula, sendo que estas são presenciais, realizadas no período de férias e em recessos escolares; e intermediárias que ocorrem nas comunidades de origem dos cursistas.

“Os encontros presenciais são realizados nas dez escolas indígenas e na UAB. Essas aulas são ministradas por professores índios que já possuem o magistério intercultural, ou ensino superior. Educadores não índios também ministram aulas no curso”, disse. As aulas intermediárias ocorrem durante o ano letivo e trata-se da aplicação em sala de aula do aprendizado obtido.

EMIEP

Foto: intenet

Além da formação para professores, teve início no ano passado em 11 escolas indígenas do Estado o Ensino Médio Integrado à Educação Profissional (Emiep), com formação técnica em Agroecologia e Meio Ambiente. Ao todo, 330 alunos oriundos de 29 etnias participam do curso. “A maior parte deles optou por obterem a formação de nível médio em Agroecologia”, citou Félix.

Segundo o professor da Coordenadoria de Educação Indígena da Seduc, Sebastião Ferreira, a implantação do Emiep foi realizado após um longo período de consulta e discussão com as etnias, sobre o modelo formativo que atenda as necessidades dos índios. “Todo o processo de escolha dos cursos e implantação do Ensino Integrado foi feito em conjunto com os povos indígenas”, contou. Assim como o Emiep, a implantação do Magistério foi amplamente debatida pela Seduc com as etnias.

Ao todo 6.800 alunos estudaram em 2012 nas 67 escolas indígenas de Mato Grosso. Além do Ensino Médio Integrado, as escolas ofertam os ensinos Fundamental e Médio Regular. Félix Adugoenau conta que, todas as 43 etnias contatadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) possuem estudantes nas unidades escolares indígenas do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui