“Quase 100% das escolas estão em greve”, diz Sintep de Várzea Grande

0
0

Professores da rede municipal de ensino de Várzea Grande entraram em greve nesta segunda-feira (17), em reivindicação a reestruturação do Plano de Cargo, Carreira e Salários (PCCS). A decisão foi tomada em assembleia realizada no último dia 11.

De acordo com a vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso, subsede Várzea Grande (Sintep), Maria Aparecida Cortez, quase 100% das escolas do município aderiram à greve.

A sindicalista explica que a principal reivindicação da categoria se refere ao congelamento dos salários, que desde 2012 não sofre reajuste. Nesse período, o salário do profissional da educação passou de R$ 906 para R$ 1.060,00 e estagnou.

Além dessa reclamação, a categoria aponta descaso da Secretaria Municipal de Educação. “Protocolamos ofício pedindo audiência em 22 de janeiro, para falar com o secretário Jonas da Silva, mas não obtivemos resposta”, disse Cortez.

A Câmara Municipal se comprometeu a fazer a intermediação entre a prefeitura e os professores. “Aguardamos que a Câmara exerce essa função e faça esse papel”. Entre creches e escolas localizadas na zona rural, o município conta com 80 unidades de educação. Cerca de 23 mil crianças e jovens estudam nas escolas do município.

Outro lado – A assessoria da Secretaria Municipal de Educação informou que o secretário Jonas da Silva se encontra em reunião e ainda não deliberou informações sobre o assunto.

 

Fonte: Izabel Barrizon-GD

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui