Secretaria edita normativa sem discutir com servidores

0
2

A montagem dos Planos Cargos Carreira e Salários (PCCS), dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis continua provocando insatisfação dos servidores. A Normativa Nº. 005/2013, que Dispõe sobre critérios e procedimentos a serem adotados para o processo de atribuição do regime/jornada de trabalho dos Profissionais Administrativos, Auxiliares de Higienização e Apoio ao Docente, Auxiliares de Serviços Diversos e Agentes de Vigilância, pertencentes ao quadro funcional das Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino, e demais providências, tem vários pontos que os servidores não concordam.

Durante reunião realizada na sede do Sindicato, os profissionais votaram pela retirada da contagem de pontos para lotação dos servidores nas unidades.

Outro ponto que os servidores discordaram foi em relação ao numero de profissionais por unidade. A proposta da Normativa não corresponde com a realidade das escolas do município.Um exemplo é o número de cozinheiras, que a partir de 200 alunos matriculados não deve ser inferior a dois (duas), bem como nas EMEIs integral, escolas com projetos Mais Educação e UMEI três (3) cozinheiras por período.

O Sindicato não participou das discussões do PCCS, e no roda pé da Normativa consta o nome do presidente do Sispmur, Rubens Paulo. Mas o sindicalista foi categórico ao afirmar que não participou das discussões. Os servidores reagiram e chegaram a ameaçar fazer uma nota de repúdio contra a ação da Secretária Ana Carla Luz Borges Leal Muniz, responsável pela A Normativa Nº. 005/2013. Os servidores fizeram as alterações e esperam que a Secretária acate as mudanças que vem de encontro com os anseios dos servidores.

As discussões continuam e o sindicato vai monitorar as ações das secretarias e dos responsáveis pelos PCCS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui