Servidores da Coder cobram pagamentos de horas extras

0
0

Durante a Assembleia do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), realizada na tarde desta quinta-feira (07), na sede da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), alguns servidores questionaram o não recebimento da horas extras. Segundo os trabalhadores a diretoria implantou o banco de horas, a troca de horas trabalhada por folgas. “A gente trabalha sábado, domingo e alguns feriados, e na hora de receber, oferecem folgas. Enquanto poderíamos estarmos com nossa família, estamos trabalhando, pra folgar no meio de semana. Isso não aceitamos”, desabafou um servidor.

O sindicalista Rubens Paulo contestou uma vez que este procedimento não consta em acordo coletivo. Porem a Companhia deve pagar os trabalhadores em espécie. “ Isso não está acordado com os trabalhadores e o Sindicato, nós só acordamos uma decisão, sem discutirmos em assembléia com os servidores.É preciso que a maioria aceitem e se vocês não concordam vamos conversar com o diretor da Coder para resolver esta situação. O trabalhador tem que receber pelos serviços prestados e pronto. Salário é comida na mesa do pai de família, e isso não abrimos mão”, disse Rubens Paulo, Presidente do Sispmur.

Outros pontos discutido foram o corte do vale alimentação e a jornada de trabalho . atualmente os servidores trabalham 44 horas semanais, e a categoria quer a redução para 40 horas por semana.

O presidente Rubens vai encaminhar um oficio para o diretor da Coder Ailton das Neves, solicitando uma solução para as reivindicações dos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui