Sindicalistas de MT se reúnem com o Senador Medeiros nesta segunda-feira (23)

0
9

sindicalistas001

O Coordenador Geral da CSB MT, Antônio Wagner Oliveira, acompanhado dos sindicalistas; Deusdete Gonçalves de Oliveira, Presidente do SINDICON e Fábio Viana Presidente do Sintracoop-MT, afinaram os questionamentos com o senador Medeiros, que irá participar de uma reunião com mais de 120 sindicalistas de todo estado na próxima segunda-feira (23).

O senador abriu agenda para atender os representantes dos trabalhadores que vêem a PEC 36/2013, como um enfraquecimento da força sindical em todo País. Durante a reunião que teve a participação do vereador em exercício e também sindicalista em Rondonópolis Rubens Paulo, ele apresentaram para o senador os ponto negativos da propositura do senador Blairo Maggi.

Fábio Viana ao centro
Fábio Viana ao centro

A decisão está nas mão do senador Medeiros, que é o relator da PEC.O Presidente do Sintracoop-MT, Fábio Viana Pereira, informou ao Parlamentar que há muita falácia dentro das justificativas da PEC, a partir de premissa equivocada, ao entender que  o imposto sindical promoveria uma relação de dependência financeira dos sindicatos em relação ao Estado, mas o que ocorre é exatamente o contrário, como o governo poderia manter o seguro desemprego e o abono salarial e o recurso do Fat(fundo de amparo ao trabalhador) sem a participação dos sindicatos, “Em verdade, é o Estado que se apropria, indevidamente, de 10% de todo o montante da contribuição sindical, tanto em relação a empregados como dos empregadores. Há um viés ideológico neste debate com a tentativa de governos e até patrões  desmoralizar a contribuição sindical com um único objetivo: enfraquecer  e desmontar a organização sindical dos trabalhadores. O governo não faz nenhum repasse, apenas regula o funcionamento do sistema, muitas vezes com intervenções indevidas e contrárias à liberdade sindical prevista na Constituição Federal”, afirma Fabio.

Wagner Oliveira a esquerda
Wagner Oliveira a esquerda

O coordenar geral da CSB em MT, Antonio Wagner, lembrou que as tentativas de acabar com a contribuição sindical vêm de longa data e tem resistência até mesmo do setor patronal. “Esclarecemos estas questões para que o senhor, senador Medeiros, possa ter embasamentos verdadeiros para fundamentar o seu relatório, sem os vícios de senadores passados, que caracterizam as posições que atacam a contribuição sindical”, disse Antonio Wagner, sugerindo que fosse buscada mediação junto ao autor da proposta, na tentativa buscar a retirada da PEC. “Acreditamos que o senador Blairo Maggi criador da PEC possa ter sido contaminado por informações equivocadas que não significam a realidade dessa contribuição e a sua importância para o nosso sistema sindical”, observou.

A reunião será na próxima segunda-feira dia 23 as 17:horas.

Local: HOTEL FAZENDA MATO GROSSO,em Cuiabá sito a Rua Antônio Dorileo nº 1100, Bairro Coxipó, fone: (65) 3315-1200 (hotel onde foi nosso seminário de Integração Sindical).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui