Situação do Cmei da Vila Canaã retrata falta de responsabilidade da gestão municipal

0
22
 
Comunidade age rápido e evita tragédia em Cmei

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Jonas Nunes Cavalcante, em Rondonópolis (215 km de Cuiabá), teve grande parte das instalações destruídas pelo fogo na tarde de ontem (03/06/19). A unidade de educação infantil localizada no bairro Jardim Canaã, atende mais de 130 crianças de 0 a 4 anos.

O episódio de ontem, demonstra o que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), vêm alertando há alguns anos, através de ofícios e requerimentos, que buscam melhores condições de trabalho para os servidores e a comunidade que é atendida nesses espaços públicos caóticos.

A sindicalista Geane Lina Teles pontua que o infortuno de ontem está totalmente ligado às demandas apresentadas pelo sindicato. “O que vimos ontem é um exemplo claro das péssimas condições em que os espaços públicos têm sido tratados nessa gestão, bem como as condições de trabalho dos servidores, que convivem com o medo, descaso e falta de responsabilidade da gestão municipal, resultado de um trabalho que não contempla o cidadão que confiou no trabalho do prefeito José Carlos do Pátio. Quando vamos as ruas para lutar pelos nossos direitos, lutamos também pelo direito do cidadão de ter um atendimento digno já que pago por isso através dos impostos. Somos o termômetro da sociedade, quando chegamos a paralisar atividades é por que a situação já está insustentável, esse ano visitamos unidades da educação, postos de saúde, laboratórios e outros espaços que atendem a sociedade, e o retrato nós preocupou, grande maioria oferece um ambiente insalubre e/ou inadequado e que com riscos tanto para os servidores como para a população que diariamente estão nesses locais em busca de atendimento ”, destaca.

Outro ponto questionado pelo Sindicato é a inércia do prefeito, que esperou essa tragédia para agilizar a construção de uma nova unidade. “Sabemos das condições em que se encontrava a estrutura daquela unidade, segundo a comunidade há mais de 15 anos os gestores tinham conhecimento da situação do prédio e o que podia acontecer caso a situação não fosse resolvida, e somente agora vemos uma postura do prefeito Zé do Pátio, haja vista que assumiu a prefeitura há mais de dois anos ciente da condição da unidade e de outras,” conclui.

Geane pontua ainda o exemplo de união e solidariedade vivenciado pela comunidade da Vila Canaã. “Parabenizo a comunidade e os servidores da unidade que não mediram esforços para que nosso bem maior “a vida” fosse preservado, e em um ato de heroísmo agiram na hora correta evitando que as crianças fossem atingidas pelo fogo”.

De acordo com a imprensa local, o fogo teria começado na sala onde ficam guardados os produtos de limpeza, que faz divisa com algumas salas de aula e administração da creche, quase metade da unidade de ensino que ficou completamente queimada. A informação precisa sobre onde o incêndio teria começado e o que ocasionou não foi confirmada pelos bombeiros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui