Voltando a atrás: Executivo já pensa em abandonar o novo PCCS

0
2

reuniao_dirA diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur),se reuniu com  o vice-prefeito Rogério Salles (PSDB),para definir a conclusão dos os Planos de Cargos Carreiras e Salários (PCCS). Para a diretoria do Sispmur, o Executivo já teve o tempo necessário para finalizar os PCCS. “Não tem como esperar mais, já se foram 15 meses e até agora nada. Precisamos definir as reposições salariais, receber  um ganho real, ao caso contrário teremos uma greve geral. O servidor já está no limite da paciência”, disse Isalba diva.

Mas durante reunião Rogério Salles deixou claro que a atual administração acena com a possibilidade de deixar o PCCS atual. Salles disse ainda que, o Executivo pensa em  fazer apenas algumas correções,  para equiparar algumas injustiças com determinadas categorias.

O sindicato lembrou ao vice-prefeito, que novo PCCS é uma promessa do atual prefeito Percival Muniz, mas Rogério desconversou e disse que não seria o porta voz de Percival.

O Sindicato vai acompanhar e cobrar para que administração seja coerente e faça as correções necessárias, pois de acordo com as novas tabelas apresentadas por Salles, o servidor teria perdas significativas  a partir da metade da carreira. Na hora que o servidor mais precisasse de recursos para manter as contas e ter uma melhor qualidade de vida, o ganho dele seria menor que hoje. O vice- prefeito se defendeu, afirmando que está oferecendo salários mais altos no inicio da carreira, seria uma forma de segurar bons profissionais no serviço público. “A gente vê hoje, servidores que passam dois, três anos fazendo outros concursos na busca de melhores salários. Então oferecendo um salário melhor agora seria uma forma de evitar essa evasão”, disse Rogério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui